Mundo Sindical Correios

Mundo Sindical Correios

Correios quer o Fim do Vale Peru, Fim do Vale Cultura, Fim do Anuênio, Imposição do Banco de Horas, e etc...



O presidente da ECT, Guilherme Campos, tem se mostrado um grande PROVOCADOR.

Neste vídeo diz que quer fechar um acordo sem GREVE, mas até agora só apresentou ataques aos direitos dos trabalhadores ecetistas.







CHAMANDO PARA BRIGA


Na verdade, esta vídeo não tem outro objetivo, senão, provocar os trabalhadores. Guilherme Campos, não está para brincadeira - aposta que os trabalhadores não irao reqgir diante deste ms ataques todos - chegou a hora da categoria também mostrar que não estamos para brincadeira. Que diante destes ataques todos, VAI TER LUTA!

 “Temos que tirar a greve dos Correios do calendário do brasileiro”. Guilherme Campos

A ECT não só mostra que não quer negociar – no primeiro dia de negociação, o presidente disse que não irá ouvir os trabalhadores, apenas passar a posição da empresa – como está preparando vários ataques.

As propostas dos Correios para o ACT 2016/2017 são uma afronta a nossa categoria. Nossas condições de trabalho e de salário já são ruins, mas eles querem piorar – e muito. Querem a retirada do Vale Peru, o Vale Cultura, impor o banco de horas, redução de salário, cobrar mensalidade no plano de saúde e muitos outros ataques, que listamos abaixo:

Ataques econômicos



  • Imposição do banco de horas: mecanismo de aumentar a exploração do trabalhador;
  • Flexibilização da jornada de trabalho com redução de salário;
  • Redução do número de tickets (de 27 a 30 para 23 a 26);
  • Aumento da coparticipação do vale alimentação (de 0,5%, 5% e 10% para 5%, 10% e 15%, a depender da faixa NM do trabalhador);
  • Retirada do Vale Peru;
  • Retirada do Vale Cultura;
  • Redução de um ano de auxílio creche – benefício valia para filhos de até 7 anos de idade, agora querem passar para 6;
  • Plano de Saúde com mensalidade e retirada dos pais como dependentes, conforme a empresa deu a entender em sua apresentação;
  • Salário passa a ser pago no 5º dia útil, e não mais no último dia útil de cada mês;
  • As multas de trânsito serão arcadas pelos trabalhadores motorizados;
  • Fim do parcelamento do adiantamento de férias;
  • Retirada do anuênio dos novos trabalhadores;
  • Exclui a cláusula do ticket em caso de afastamento; e
  • Restrições às indenizações em acidentes de trabalho.


Ataques às condições de trabalho



  • Exclui a cláusula da entrega matutina;
  • Corte do intervalo de 10 minutos de quem trabalha nos terminais computadorizados;
  • Ataque à organização sindical: sindicatos e federação com apenas dois liberados;
  • Fim da obrigatoriedade da emissão da CAT em caso de assaltos;
  • Fim do pagamento das consultas e medicamentos aos portadores de HIV; e
  • Sem novo concurso público, e continua com o Plano de Demissão Voluntária - PDV.


Além de todas as ameaças, a empresa não se comprometeu a assinar um acordo dizendo que os Correios não serão privatizados. Já sabemos que a privatização é o interesse da empresa e do governo Temer, e é só com luta que iremos barrar a venda dos Correios para a iniciativa privada!

A ECT mede a insatisfação da categoria a partir das assembleias. Portanto, devemos lotar as próximas assembleias que acontecerão. Para manter nossos direitos, avançar nas conquistas e derrotar o projeto de PRIVATIZAÇÃO do governo, LUTAR É PRECISO, TEMER JAMAIS!

O primeiro passo é lotar as assembleias, uma vez, que a empresa costuma medir a insatisfação da categoria por elas.

Se a ECT não recuar em seus ataques, vamos deflagrar GREVE a partir do dia 14 de setembro, às 22 horas. Vamos à luta!

Fonte: SINTCOM PR 

Abaixo as propostas dos Correios, de acordo com informações, foi enviado ao comando na sexta-feira, para prepara-los para debate dessa semana.

Act 2016-2017 - Proposta dos Correios - Questões Economicas





Act 2016-2017 - Proposta dos Correios - Condições de Trabalho





Act 2016-2017 - Proposta dos Correios - Beneficios






Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.