Mundo Sindical Correios

Mundo Sindical Correios

Denúncia: Correios Distribui Protetor Solar Vencidos aos Empregados



Um caso curioso aconteceu na minha unidade hoje e acredito que está acontecendo em todos o país.  Num calor de mais de 35° que fez hoje em São Paulo, é óbvio que os trabalhadores vão usar o protetor solar, pois bem, para surpresa dos trabalhadores, o protetor solar estava vencido.



Mas como isso é possível, uma vez que a empresa nos deu o protetor solar a pouco mais de um mês?

Não sei se foi incompetência de quem distribui os protetores dentro da unidade, ou a empresa passou protetores para as unidades muito próximo dos vencimentos.

Os protetores venceram em dezembro/2015, verifiquei o meu armário para pegar o antigo e percebi que já tinha vencido em 2013.

Vejamos como está no Acordo Coletivo de Trabalho 2015/2016:

Clausula 37, §6, A ECT fornecerá, sem ônus para o(a) empregado(a), protetor solar, óculos de sol ou clip on para os(as) trabalhadores(as) que executam atividades de distribuição domiciliária.

Isto é, a ECT é obrigada a fornecer o protetor solar e óculos de sol. Mas em 18 anos de empresa, só recebi um óculos de sol e não tínhamos problema com o protetor solar.

Já aconteceu problemas como esse em outras unidades, como em Rio Preto e região em 2010, onde o sindicato local denunciou ao Ministério do Trabalho que carteiros estariam usando protetor solar vencido.

Segundo o dermatologista João Roberto Antônio, professor da Faculdade de Medicina de Rio Preto, a data de validade deve ser obedecida, pois o produto, apesar de não oferecer risco à pele, perde a eficácia e deixa de proteger como deveria.

“Ele diminui a capacidade de proteção. Se o fator era 30, com o tempo ele vai baixando.”

O uso diário de protetor solar é fundamental para a saúde da pele, a finalidade do protetor é fazer uma barreira de proteção na pele contra a passagem dos raios infravermelhos e ultravioletas do sol. Contudo, quando está vencido o índice de proteção tende a diminuir.

De acordo com a dermatologista Helua Mussa Gazi,

O produto com o vencimento ultrapassado não protege a extensão da área que é exposta ao sol. Essa ineficiência além de acarretar, a longo prazo, melasmas na derme, provoca irritação e sensibilidade — explica a especialista.

Para mais detalhes sobre o os riscos de usar protetor solar vencido, acessa esse link.

E eu acabei trabalhando na rua sem usar o protetor solar ou o óculos de sol, agora é saber qual será a providência que a ECT vai tomar.

Júnior Solid









Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.