Mundo Sindical Correios

Mundo Sindical Correios

Notícias da PLR

O relato a seguir é baseado em fatos reais, porém, os nomes das personagens são fictícios com o objetivo de preservar sua identidade ... Ok, admito que adoro brincar com coisas sérias mas vamos aos comentários surgidos da reunião MNNP dos dias 04 e 05 de Junho. Vou me ater ao que foi dito sobre PLR.

A primeira coisa logo a ser dita é que eu não estava lá. Mas, todos sabem que tomamos cuidado aqui no blog de buscar confirmar informações, ver se os boatos são verdadeiros. Isso não é tarefa muito simples mas mesmo assim nos esforçamos para fazer o melhor.

A segunda coisa a ser dita é que pode ser que nem tudo o que for relatado aqui tenha acontecido 100% do jeito expresso. Ouvimos aos menos 10 pessoas sobre o assunto mas são conversas de boca a boca, teclada a teclada, mensagem a mensagem ... Então paciência, pois se as pessoas que estiveram lá relatarem situações muito contrárias aos escritos vamos averiguar. Agora vamos ao que interessa.


Primeiro Dia


No primeiro dia foi debatido pagar as PLR's 2013 e 2014 linear, sendo que os critérios de 2014 poderiam ser discutidos na campanha salarial. Ou seja, agente receberia agora a PLR do ano passado e nesse ACT ainda poderíamos discutir as regras da que vai ser paga no ano que vem. Isso seria muito bom pois como já escrevemos nesse blog, regras de PLR tem de ser firmadas antes do ano no qual elas vão ser trabalhadas. Não tem cabimento por exemplo um trabalhador decidir faltar em fevereiro de 2014 por exemplo e descobrir em 2015 que aquela falta ferrou a PLR dele quase toda. Além disso, fazendo parte do ACT a regra firmada para PLR passa a ser direito, não podendo a ECT colocar goela abaixo coisa pior graças a súmula 277 do TST.

Quanto ao valor, da PLR 2013, aumentaria de R$ 272,00 para apenas R$ 292,00 dividindo linearmente conforme a proposta. Aqui o bicho pegou. Não pelo valor ser linear como colegas respeitáveis criticaram mas pelo baixo valor. Não há sindicalista nesse país capaz de passar uma proposta dessa de PLR sem colocar a vida em risco. Por melhores que sejam os critérios a base quer dinheiro pois trabalhou muito no ano que passou. Então, por mais que PLR não seja para bonificar automaticamente a pessoa meramente por ter trabalhado todo muito acredita que ralou muito no ano de 2013 e que não merece tão pouco (e merecem mais mesmo do que isso).

FINDECT se indignou e ameaçou greve dia 16/06. O Idel Profeta, SUPEX, saiu da reunião para conversar com o Nelson Freitas, vice presidente de recursos humanos da ECT sobre a situação e pedidos. Considero acertada a decisão dos colegas da FINDECT. Não há razão para aceitar tão pouco de uma empresa que só para as olimpíadas destinou 300 milhões de reais. Estamos em um ano importante e a ECT tem de levar a sério as demandas dos trabalhadores em Correios que não são poucas. Não dá pra fingir que na ECT tudo é um paraíso para os ECTistas ou que a desculpa de que não há dinheiro vá funcionar para o resto da vida. Muitas outras categorias estão evoluindo muito e estamos ficando para trás em qualidade de nossos salários.

No fim foi sugerido até que as normas de PLR valessem por 5 anos.

Segundo dia


No assunto PLR os sindicatos lá presentes foram discutir sobre a proposta do dia anterior. Todos os representantes dos sindicatos pediram pausa na reunião pra discutirem entre eles. Após, voltaram e disseram a empresa a decisão : (*tambores rufando*)

Enquanto a empresa não melhorar a proposta da PLR as reuniões estão suspensas, podendo até saírem da mesa de negociação permanente. 

A casa caiu !!! Gritaram alguns. A ECT como resposta disse que iria levar ao TST se for necessário pois o governo federal deu ordem do que só vai ter pagamento se as bases votarem em assembleia aceitar a proposta de PLR. E sabem quando isso vai acontecer com o valor de 300 reais? NUNCA! Bom, é isso que escutamos, fofocamos e relatamos. Convidamos quem esteve presente na bendita mesa de negociação permanente a colocar mais informações, discordar ou pelo menos confirmar o que foi escrito aqui. A novela da PLR não vai chegar no fim de forma agradável.



Um comentário:

  1. Maio passou e nada de PLR ,acho que eles vão esperar a eleição passar antes de pagar para não influenciar na votação. O grande problema é que os correios e outras empresas públicas tiveram que enviar dinheiro para o governo para manter a inflação "artificialmente" baixa.Aí seremos prejudicados pela segunda vez na data base uma vez que o reajuste salarial vai se basear nesta "farsa" de inflação baixa . Será que uma empresa que estava alardeando um lucro de 8 bilhões ainda em 2013 realmente ficou só nos 300 mi, isto é ridículo!!! Fiquem de olhos abertos! Aliás o Renan Calheiros e sua corja já assaltaram o nosso Postalis, o que mais vai aparecer ainda???

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.